Balaenoptera physalus, Linnaeus, 1758

Identificação

A baleia-comum é o segundo maior animal da Terra (a seguir à baleia Azul). Uma característica distinta é a pigmentação assimétrica da cabeça, em que o lado direito é branco (“lábio” inferior, cavidade bucal e algumas lâminas das barbas) e o lado esquerdo é uniformemente cinzento. A barbatana dorsal é pequena e inclinada para trás. Tem uma aresta longitudinal na cabeça. Apresentam uma “insígnia” branco-acinzentada variável de cada lado da parte de trás da cabeça. Têm 260-480 pares de barbas, de cor cinzento-escuro ou preto, exceto no primeiro terço do maxilar direito, onde apresentam uma coloração amarelada ou creme. O corpo longo e aerodinâmico, tem uma coloração cinzento-prateada ou cinzento-escuro no dorso e uma coloração branca na zona inferior. O pedúnculo caudal é espesso e as barbatanas peitorais são relativamente curtas, pontiagudas e escuras, mas brancas no lado interior. Apresentam 50-100 pregas ventrais no pescoço, terminando normalmente atrás do umbigo. É raro observar a barbatana caudal, bem como a barbatana dorsal raramente é vista à superfície ao mesmo tempo que o espiráculo, quando emergem. O sopro surge como uma coluna de salpicos muito alta e estreita (4-6metros de altura).  

Biologia

A cria nasce com 2 toneladas e 6-6,5m. Os adultos podem pesar entre 30 e as 80 toneladas e medir entre 18-22m de comprimento, e os machos são mais pequenos que as fêmeas. As fêmeas dão à luz no inverno, provavelmente em águas tropicais e subtropicais após um período de gestação 11-12 meses. As baleias comuns alimentam-se de krill e várias espécies de pequenos peixes pelágicos, nadando rapidamente em direção aos aglomerados de presas. Normalmente migram na primavera e outono, alternando entre zonas de reprodução no inverno e zonas de alimentação no verão, onde podem ser avistadas em águas temperadas frias e polares. A esperança média de vida é, pelo menos, 80 anos.

Comportamento

A baleia-comum salta algumas vezes, sendo típico “aterrar” sobre a barriga, com uma pancada tremenda. Pode também torcer-se a meia-altura e mergulhar sobre um flanco. Costuma ser indiferente na presença de embarcações. O movimento de emersão depende se se desloca vagarosamente à superfície ou se emerge de um mergulho profundo. É comum soprar entre 2 e 5 vezes, com intervalos entre 10 e 20 segundos, antes de mergulhar durante 5 a 15 minutos. Mergulha a profundidades de 230 metros. A forma como nada sobre o lado direito quando se está a alimentar pode ter a ver com a pigmentação assimétrica. É uma nadadora rápida, capaz de atingir velocidades de 30km/h. É mais comum observar em pequenos grupos (3-7 indivíduos). 

Leave a comment

selos2
selos
DolphinExplorers © 2021. Todos os direitos reservados.